abril 27, 2011

EDITORIAL MOBZ - Como a MOBZ funciona, o mercado exibidor no Brasil e as transmissões ao vivo para os cinemas

Aos FÃS, SEGUIDORES, AMIGAS, AMIGOS e CLIENTES da MOBZ.

Temos recebido diversos comentários e sugestões sobre as exibições e a programação nos cinemas das óperas e balés distribuídos pela MOBZ.

Desde já agradecemos a todos que entram em contato conosco e expõem suas considerações, críticas e sugestões. Este retorno, é necessário e fundamental, para o contínuo aprimoramento do nosso trabalho.

Há elogios entusiasmados, assim como críticas fundamentadas, outras nem tanto, talvez por desinformação de como funcionamos. Assim consideramos importante fazer um breve histórico da MOBZ, bem como esclarecer e explicar como trabalhamos.

PROGRAMAÇÃO AO VIVO e o nosso RELACIONAMENTO COM OS CINEMAS

A MOBZ não é proprietária de salas de cinema, nosso trabalho consiste em ofertar ao exibidor nossos conteúdos. São os exibidores, que possuem compromissos com outros produtos, que dão a palavra final, se irão ou não programar as óperas, balés, filmes ou shows que a MOBZ oferta.

O nosso esforço é sempre negociar com os circuitos, todas as salas possíveis dentro do universo de cinemas, não temos o poder de programar os eventos em todas as cidades e salas que desejaríamos, e como vocês gostariam.

A adesão dos exibidores está sendo paulatina, é um processo no sentido de criarmos o hábito junto aos espectadores de cada sala e/ou cada cidade. Temos exibidores parceiros desde o início das transmissões e que entendem serem estes conteúdos importantes para diferenciarem a programação de seus cinemas.

Por outro lado, quando um filme 3D está em cartaz em salas que possuem antena, nem sempre é possível para os donos dos cinemas "cancelar" sessões destes filmes para programar as óperas ou ballets em suas salas. Dependendo da duração do espetáculo, isso pode significar o cancelamento de até 3 sessões de um filme.

Mesmo com o valor diferenciado de nosso ingresso, uma ação destas poderia significar prejuízo para o exibidor e para o distribuidor do filme que está regularmente em cartaz. Por exemplo, a ópera CONDE ORY, foi gravada ao vivo em NY dia 9 de abril e exibida no Brasil em 19 de abril. Na data que seria da transmissão direta, entrava em cartaz em todo o Brasil, o grande sucesso RIO. Já no próximo fim de semana, com RIO ainda em cartaz, utilizando as salas 3D, estreará o filme, THOR, também em 3D, e desta forma a aguardada ópera O TROVADOR, será transmitida ao vivo, diretamente de NY, em 30 de abril, porém em apenas 3 salas da rede CINERMARK, no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Por este motivo, não é incomum que só consigamos divulgar a programação completa de uma ópera ou balé apenas dias antes da exibição, em geral terça ou quarta-feira, véspera da programação, o que lamentavelmente, desorienta nossos fiéis espectadores.

Estamos na expectativa de que esta situação se reverta em breve, é um processo. Assim, na medida em que um maior número de cinemas instale antenas teremos mais cidades e salas que potencialmente poderão programar nossos conteúdos.

AS TRANSMISSÕES VIA SATÉLITE e AS ANTENAS NOS CINEMAS

As transmissões das óperas, ballets e shows são feitas via satélite, e para que ocorram os cinemas necessitam ter antenas especiais para a recepção de sinal ao vivo. Além da antena, é necessário que as salas estejam equipadas com projetor digital de alta definição, que, por sua vez, são aqueles que exibem filmes 3D, sendo que salas que exibiram as temporadas gravadas de 2009 ainda não instalaram projetores 2K nem tão pouco antenas.

Embora, o número de salas capacitadas venha aumentando conforme os exibidores estejam aos poucos percebendo o valor cultural e comercial dos eventos ao vivo. Hoje é pequeno o número das salas equipadas devidamente, o que é um investimento feito pelos circuitos, e não pela MOBZ, sendo que o Brasil possui neste momento 330 salas com sistema de projeção 2K, e destas apenas 40 tem antenas, universo a que estamos limitados.

Nossa estimativa é que o número de cinemas capacitados a exibir os conteúdos da MOBZ cresça consideravelmente nos próximos 24 meses, e para que este processo seja acelerado, e nossos conteúdos ganhem mais espaço, a MOBILIZAÇÃO dos fãs, seguidores, amigas, amigos e clientes da MOBZ é fundamental.

MOBZ e AS PRIMEIRAS EXIBIÇÕES das ÓPERAS do METROPOLITAN

Desde 1º de Fevereiro de 2009, a MOBZ é a responsável pela programação das óperas do METROPOLITAN OPERA HOUSE de NY junto aos cinemas no Brasil, sendo que inicialmente exibíamos as apresentações das óperas gravadas, com duas ou mais semanas de diferença de suas apresentações em NY.A partir de 2010 passamos a realizar transmissões diretas, AO VIVO, simultaneamente ao METROPOLITAN.

Agora em 2011 fechamos acordos com o Teatro Bolshoi de Moscou e o L´Opera Nacional de Paris e passamos a transmitir também AO VIVO as apresentações destas que são as mais importantes companhias de balé do mundo.

A MOBZ E O PRINCÍPIO DA MOBILIZAÇÃO DOS FÃS

Por isso é ponto fundamental que nossos fãs, seguidores, amigas, amigos e clientes, frequentadores das óperas e ballets, ou qualquer outro conteúdo MOBZ, ao vivo ou não, se MOBILIZEM através de nosso portal, ou diretamente junto aos exibidores, como uma forma de demonstrar que há demanda para estes conteúdos.

Nosso objetivo é aumentar cada vez mais os pontos de contato da MOBZ para ajudá-los a demandar, obter a programação e comprar seu ingresso. Perfis ativos no FaceBook, Twitter, nosso Blog e nosso portal fazem parte desta estratégia. Cadastre-se e demande o evento que deseja em sua cidade. Mobilize outros amigos.

Nossa meta é que mais locais que até então não exibem nossos eventos venham a entrar em nossa programação regular e habitual. Lamentamos muito não podermos, alheios a nossa vontade, programar todos os cinemas e cidades que demandam as óperas e ballets e nos sentimos igualmente frustrados com a inconstância de determinadas cidades na programação, mas cremos que a MOBILIZAÇÃO de TODOS, contribuirá em muito para revertermos esta situação.

CONTATO

Estamos e estaremos sempre a disposição para responder qualquer dúvida remanescente.

Você pode entrar em contato através do nosso portal ou perfis oficiais:


Atenciosamente, Equipe MOBZ

5 comentários:

meunome123 disse...

Pessoal da Mobz,

É realmente uma pena que no Brasil seja tão grande a dificuldade de viabilizarem a transmissão das Óperas e Ballets da Mobz.
Comecei a ver as transmissões esse ano e já fiquei obcecado, é muito bom ter a chance de assistir à esses espetáculos.

Agradeço o esforço de vcs e essa mensagem, que foi bastante esclarecedora. Sempre divulgo e chamo o máximo de amigos possível para demandar e comprar os ingressos, mas entre os jovens é muito difícil alguém demonstrar interesse, tenho 22 anos e possuo apenas uma amiga tão entusiasmada quanto eu.

Espero que seja possível a transmissão de O Trovador em alguma data futura.

Abraços

Paulo

Teca disse...

Olá,
a maior vergonha é que só quem disponibiliza de um cartão de crédito é que pode ter acesso à compra pelo site ingresso.com, e foi por isso que vou perder a transmissão de "o trovador". Gostaria de saber se vocês já tem uma data prevista para a outra transmissão, meu e-mail é peteca07@hotmail.com.
Obrigado e não desistam de passar de novo o trovador!!!È maravilhoso poder assistir esses espetáculos!
Abs,
Sthefanie

Diego disse...

Olha, enviei recentemente um contato com a Mobz e nenhuma resposta ainda, por mais que negativa fosse, gostaria e muito de ser ao menos "ouvido" e respondido.

Na minha cidade Goiânia/Goiás não temos quase nenhum evento Operistico, e os poucos que tem, não são desanimadores nem para a Platéia, nem para os organizadores.

Pensem um pouco mais, o público daqui é expressivo, o grande problema é esse processo de mobilização, boa parte não sabe que é necessario fazer uma mobilização VIRTUAL para que se possa ter eventos desta natureza.

Por favor, tragam "A VALQUÍRIA - AO VIVO " para cá.

MovieMobz disse...

Olá Diego e Teca, tudo bom?

Como expresso no editorial, nem sempre temos a chance de programar as salas que desejamos. Da mesma forma, para que a transmissão ao vivo ocorra, é importante que o cinema possua uma antena especial para receber o sinal do satélite. No Brasil hoje, somente 40 salas de cinema possuem esta tecnologia.

Em breve publicaremos no blog as datas das reapresentações das óperas.

Obrigado pelos comentários.

Todos Ganham disse...

Caros Srs. da MOBZ,
Não conhecia a MOBZ até 1 semana atrás e, embora não haver entendido direito a forma de atuar descrita no site, cadastrei-me e, achava qua havia comprado dois ingressos para a ópera Madame Butterfly que seria exibida ontem no cinema do It5aim Bibi. Levei a quantidade de papel impressa pelo computador servindo para nada porque faltava alguma coisa. Tive de comprar as entradas na bilheteria novamente.
A peça, em forma de filme foi uma desgraça:
- era em inglês e o canto em italiano, sem nenhuma legenda;
- nunca havia assistido Madame Butterfly, logo não sabia qu eram três atos e como não havia programa no cinema nem legenda para as explicações da tela, fiquei sem saber e acabei saindo ao final do 2º ato.
- A gravação no MET foi fraquíssima, sem cenários apropriados, com invenções ridículas tais como a figura de um boneco manipulado por pessoas vestidas de preto para simbolizar o filho tido ou desejado pela Borboleta que de tão avançada idade não se adequava ao personagem de jeito nenhum. O oficial americano seguia mais ou menos os padrões, afora o ridículo uniforme.
Sou brasileiro, vivo no Brasil e nossa lingua é o português, há que repeitá-la.
Coloquem em cada transmissão que vai ser transmitida os itens, direto no site e nos cinemas, para que não fiquemos frustrados com ele, como fiquei.
Enquanto isso não acontecer não irei a mais nemhum espetáculo promovido pelos Srs.
Até uma próxima vez.
Fernando Mendonça.